Ex-atacante do Palmeiras denuncia assédio sexual a sua vaca

Borja tem passado a quarentena no interior da Colômbia, em sua fazenda

Folhapress

No interior da Colômbia, em sua fazenda, Borja, que tem contrato com o Palmeiras, mas foi cedido ao Junior de Barranquilla, denunciou assédio sexual a uma vaca. Em vídeo, o artilheiro fez inúmeras críticas aos responsáveis.

“Essa vaca foi vítima de abuso sexual há algumas noites por um grupo de jovens que anda pela região de Rosario e Virgilio Vargas consumindo drogas e que se acham os donos da área.

“Está na hora disso mudar. Se dediquem a encontrar Jesus e aproveitem esse tempo para coisas produtivas e, por favor, pais e mães, estejam mais conscientes do que seus filhos fazem”, falou.

BORJA
Borja, 27 anos, apareceu para o futebol no Atlético Nacional, quando o clube se tornou campeão da Libertadores, em 2016.

Desde então foi contratado pelo Palmeiras. Fez 112 jogos e marcou 36 gols. Pelo Júnior, tem um bom aproveitamento. Foram seis partidas e três gols.