Em Ribeirão Preto a multa será de R$552 reais para comercio que autorizar a entrada de cliente sem o uso de mascara

O valor deve variar de acordo com questões como tamanho do estabelecimento, número de pessoas e reincidência do descumprimento das normas

Márcia Foletto/O Globo

A partir desta quarta-feira 22/04, os comerciantes que permitirem a permanência de funcionários e clientes sem máscaras faciais nos estabelecimentos poderá multar em até R$ 552,20, essa é uma das exigências estabelecidas pela administração municipal em um decreto de calamidade pública prorrogado.

A Partir do dia 27/04, o prefeito Duarte Nogueira (PSDB) afirmou que o uso de máscaras nas ruas será obrigatório e passível de multa em caso de descumprimento. A autuação será de 1 a 10 unidades fiscais do estado de São Paulo (Ufesps). A unidade vale R$ 27,61, o que significa que o munícipe pode ter de pagar até R$ 276. No entanto no primeiro momento será de orientação à população para depois as equipes da Fiscalização Geral e da Guarda Civil Metropolitana começarem a multar.