UPA do Sumarezinho não sai do papel e só fica nas promessas

Licitação para escolher Organização Social que vai gerir unidade de saúde será aberta em maio; inauguração está prevista para novembro

F L Piton/PMRP

O prédio onde deverá funcionar a UPA do Sumarezinho, a antiga UBDS (Unidade Básica de Saúde) da Rua Cuiabá, fechou para reforma em 2014, que foi concluída no início de 2017. A administração Duarte Nogueira (PSDB) ainda não reabriu o prédio – agora, a promessa é para o primeiro semestre de 2020.

A Prefeitura de Ribeirão Preto homologou nesta quinta-feira, 16 de abril, a licitação para obras de adequação da estrutura da UPA – Unidade de Pronto Atendimento Oeste, no bairro Sumarezinho, com previsão de assinatura do contrato com a empresa vencedora, Pajolla Engenharia Ltda., para a próxima semana. A Concorrência 32/2019 tinha valor estimado de R$ 2.287.442,61, mas foi arrematada pelo valor global de R$ 1.718.603,99, uma economia de R$ 568.838,62 aos cofres públicos.

“Nossos esforços estão concentrados em fortalecer a estrutura de saúde de nossa cidade e ampliar a capacidade de atendimento à população. É um investimento fundamental para Ribeirão Preto”, afirmou o prefeito Duarte Nogueira.

O prédio da UPA Oeste foi entregue em 2016, mas sem os acabamentos exigidos para a estrutura de uma edificação hospitalar de urgência e emergência. Com o novo investimento, serão promovidas todas as adequações necessárias para o funcionamento da unidade.