O Brasil passou dos 100 mil casos oficialmente contabilizados de pessoas infectadas pelo novo coronavírus.

Todos os Estados do país já têm casos e óbitos confirmados de coronavírus

iStock, Getty Images

Segundo informações deste domingo (3/5) do Ministério da Saúde, estão confirmados 101.147 casos, e o número de mortes por covid-19 chega a 7.025.

Foram 275 mortes nas últimas 24 horas.

A taxa de letalidade da doença (ou seja, a relação entre mortes por casos confirmados) é de 6,9%. Todos os Estados já têm óbitos confirmados.

Em número de casos confirmados, a maior parte está nos Estados de São Paulo (31.772), Rio de Janeiro (11.139) e Pernambuco (8.643).

Em número de óbitos, São Paulo já tem 2.627 mortos; no Rio, são 1.019 e o Ceará tem o terceiro maior número: 663.

O Amazonas, um dos Estados cujo sistema de saúde se encontra em situação mais crítica atualmente, tem 6.683 casos oficialmente contabilizados, com 548 mortes por covid-19.

Segundo o ministério, há 51.131 pacientes em acompanhamento; outros 42.991 estão recuperados da covid-19.

E 1.364 óbitos estão sob investigação.

Evolução da pandemia de coronavírus no Brasil

Desde 19 de março, a pasta deixou de divulgar a quantidade de casos suspeitos e, dois dias depois, passou também a considerar que há casos de transmissão comunitária do vírus em todo o país.

A transmissão comunitária ocorre quando há casos em que não é mais possível identificar a cadeia de infecção. Isso significa que o vírus está circulando livremente na população. A situação é diferente de quando há apenas casos importados ou de transmissão local, em que é possível identificar a origem da infecção.

De acordo com uma análise da Organização Mundial da Saúde (OMS) baseada no estudo de 56 mil pacientes, 80% dos infectados desenvolvem sintomas leves (febre, tosse e, em alguns casos, pneumonia), 14% sintomas severos (dificuldade em respirar e falta de ar) e 6% doença grave (insuficiência pulmonar, choque séptico, falência de órgãos e risco de morte).

Nos casos importados, os pacientes se infectaram em viagens ao exterior. Nos casos de transmissão local, os pacientes se infectaram pelo contato próximo com casos do novo coronavírus.