Dia do Vestibulando: 5 dicas para ajudar na escolha da carreira

Calma e autoconhecimento estão entre as orientações para optar com maior segurança pela carreira ideal

Divulgação Anhanguera

 

Quem, quando criança, nunca escutou aquela famosa pergunta: “o que você vai ser quando crescer?” Ou ainda, não participou de brincadeiras sobre profissões, representando a professora ou uma cozinheira famosa? Desde cedo, a criança é estimulada, por seus pais ou amigos, a lidar com certas atividades que afloram seus talentos e habilidades e isso é muito positivo para sua evolução. O que a muita gente não imaginava na infância é que esses estímulos assumiriam papéis reais na vida adulta e que seria preciso optar pela profissão ideal longe do universo das brincadeiras.

Quando chega a hora de decidir, é natural que o adolescente ainda tenha dúvidas sobre o caminho que realmente deseja trilhar. Para ajudar o estudante nesse desafio no mês que marca o Dia do Vestibulando, comemorado em 24 de maio, a diretora da Anhanguera de Ribeirão Preto e Sertãozinho, Rosemary Amorim, reúne cinco dicas que ajudam na escolha da carreira ideal.

 

  1. Busque informações sobre as profissões que interessam

Na maioria das vezes, nos preocupamos apenas com o que o profissional faz e não ampliamos estas informações. É preciso pesquisar as necessidades no mercado, ofertas de emprego, se há mercado saturado, a regulamentação, entre outros pontos que podem contribuir para a escolha. 

  1. Converse com um profissional da sua área de interesse

Esse diálogo é essencial para entender como é o dia a dia da profissão e ampliar o seu conhecimento sobre ela. Devido ao distanciamento social, esta conversa pode ser realizada por chamadas de vídeos.

  1. Autoconhecimento: se conheça!

Autoconhecimento também é importante. É preciso conhecer quem você realmente é: seus interesses, o que te desafia, quais as suas habilidades, desejos, expectativas, valores. Trabalhar no que nos dá prazer se tornou fundamental. Se possível, faça um teste vocacional. Há várias opções gratuitas disponíveis online.

  1. Não siga a “modinha”

A profissão mais comentada, a que remunera melhor ou a que oferece maior status, pode não ser a ideal para você. Profissões ligadas à tecnologia, por exemplo, podem estar em alta no momento, mas, não significa que você se encaixará em uma delas. Escolha a carreira que você se identifique, que tenha “mais a ver com você”. Sua dedicação, seu conhecimento e suas habilidades que serão responsáveis pelo seu sucesso e realização.

  1. Tenha calma

Apesar de toda ansiedade que esta escolha costuma gerar, tenha calma porque é uma decisão importante. Atualmente, devido a diversas áreas de atuação disponíveis, nem sempre esta escolha será única, você poderá atuar em mais de uma área ou se especializar em uma única. Mas, tudo em seu tempo.