Coronavírus: em 24h, Brasil registra mais mil mortes e 20,8 mil novos casos

O total de casos desde a chegada do coronavírus ao país é de 330.890 e de mortos, 21.048.

GETTY IMAGES

O Brasil registrou, em 24 horas, 1.001 mortes e 20.803 novos casos de covid-19, segundo boletim do Ministério da Saúde divulgado nesta sexta-feira (22/05). Trata-se de um novo recorde diário de casos confirmados.

O total de casos desde a chegada do coronavírus ao país é de 330.890 e de mortos, 21.048.

São considerados casos recuperados 135.430.

O Brasil já é o terceiro país do mundo com mais infectados.

A taxa de letalidade da doença (ou seja, a relação entre mortes por casos confirmados) é de 6,4%. Todos os Estados já têm óbitos confirmados.

Lideram em números de casos e óbitos São Paulo (76.871 casos e 5.773 mortos), Rio de Janeiro (33.589 casos e 3.657 mortos) e Ceará (34.573 casos e 2.251 mortos).

Desde 21 de março, o Ministério da Saúde considera que há casos de transmissão comunitária do vírus em todo o país.

A transmissão comunitária ocorre quando há casos em que não é mais possível identificar a cadeia de infecção. Isso significa que o vírus está circulando livremente na população. A situação é diferente de quando há apenas casos importados ou de transmissão local, em que é possível identificar a origem da infecção.

Quantos casos e mortes por covid-19 há em sua cidade?

De acordo com uma análise da Organização Mundial da Saúde (OMS) baseada no estudo de 56 mil pacientes, 80% dos infectados desenvolvem sintomas leves (febre, tosse e, em alguns casos, pneumonia), 14% sintomas severos (dificuldade em respirar e falta de ar) e 6% doença grave (insuficiência pulmonar, choque séptico, falência de órgãos e risco de morte).

Nos casos importados, os pacientes se infectaram em viagens ao exterior. Nos casos de transmissão local, os pacientes se infectaram pelo contato próximo com casos do novo coronavírus.

 Casos mapeados

Fonte: Universidade Johns Hopkins (Baltimore, EUA), autoridades locais

Números atualizados pela última vez em 23 de maio de 2020 11:12 GMT

dados detalhados

Role a barra lateral para ver mais dados na tabela

*Mortes a cada 100 mil pessoas

Estados Unidos 95.870 29,3 1.598.170
Reino Unido 36.393 54,2 254.195
Itália 32.616 53,8 228.658
Espanha 28.628 61,3 234.824
França 28.289 43,5 144.556
Brasil 21.048 10,0 330.890
Bélgica 9.212 80,2 56.511
Alemanha 8.241 9,9 179.730
Irã 7.300 8,9 131.652
México 6.989 5,5 62.527
Canadá 6.360 17,2 83.947
Holanda 5.788 33,9 44.894
China 4.638 0,3 84.081
Turquia 4.276 5,2 154.500
Suécia 3.925 39,4 32.809
Índia 3.728 0,3 125.149
Rússia 3.388 2,3 335.882
Peru 3.244 10,1 111.698
Equador 3.056 17,9 35.828
Suíça 1.903 22,3 30.707
Irlanda 1.592 33,0 24.506
Indonésia 1.351 0,5 21.745
Portugal 1.289 12,6 30.200
Romênia 1.166 6,0 17.712
Paquistão 1.101 0,5 52.437
Polônia 990 2,6 20.838
Filipinas 863 0,8 13.777
Japão 796 0,6 16.513
Egito 707 0,7 15.786
Colômbia 682 1,4 19.131
Áustria 639 7,2 16.486
Chile 630 3,4 61.857
Ucrânia 605 1,4 20.580
Argélia 582 1,4 7.918
Dinamarca 561 9,8 11.230
Hungria 482 5,0 3.713
República Dominicana 456 4,3 13.989
Bangladesh 452 0,3 32.078
Argentina 433 1,0 10.649
África do Sul 397 0,7 20.125
Arábia Saudita 364 1,1 67.719
República Tcheca 312 2,9 8.813
Finlândia 306 5,5 6.568
Panamá 295 7,1 10.267
Israel 279 3,3 16.690
Coreia do Sul 266 0,5 11.165
Emirados Árabes Unidos 241 2,5 27.892
Sérvia 237 3,4 11.024
Moldávia 237 5,8 6.847
Noruega 235 4,4 8.332
Bolívia 230 2,0 5.579
Nigéria 221 0,1 7.261
Afeganistão 216 0,6 9.998
Marrocos 197 0,5 7.332
Bielorússia 190 2,0 34.303
Grécia 169 1,6 2.874
Honduras 167 1,7 3.477
Camarões 159 0,6 4.400
Iraque 147 0,4 3.964
Bósnia-Herzegóvina 141 4,2 2.372
Kuwait 138 3,3 19.564
Sudão 137 0,3 3.378
Bulgária 126 1,8 2.408
Malásia 115 0,4 7.185
Macedônia do Norte 112 5,4 1.921
Luxemburgo 109 18,0 3.981
Eslovênia 106 5,1 1.468
Austrália 102 0,4 7.111
Croácia 99 2,4 2.243
Cuba 81 0,7 1.916
Armênia 77 2,6 6.302
Estônia 64 4,8 1.821
República Democrática do Congo 63 0,1 2.025
Lituânia 63 2,2 1.616
Mali 62 0,3 969
Somália 61 0,4 1.594
Níger 60 0,3 937
Chade 58 0,4 611
Tailândia 56 0,1 3.040
Burkina Fasso 52 0,3 814
Guatemala 51 0,3 2.743
Andorra 51 66,2 762
Quênia 50 0,1 1.192
Tunísia 47 0,4 1.048
Azerbaijão 46 0,5 3.855
Ilhas do Canal da Mancha 45 26,4 558
Tadjiquistão 44 0,5 2.551
San Marino 41 121,4 661
Serra Leoa 38 0,5 606
Cazaquistão 35 0,2 7.919
Omã 34 0,7 7.257
Senegal 33 0,2 2.909
El Salvador 33 0,5 1.819
Iêmen 33 0,1 209
Gana 31 0,1 6.617
Albânia 31 1,1 981
Costa do Marfim 29 0,1 2.341
Kosovo 29 1,6 1.004
Eslováquia 28 0,5 1.504
Líbano 26 0,4 1.086
Haiti 25 0,2 812
Ilha de Man 24 28,5 336
Libéria 24 0,5 249
Cingapura 23 0,4 31.068
Letônia 22 1,1 1.046
Nova Zelândia 21 0,4 1.504
Tanzânia 21 0,0 509
Uruguai 20 0,6 753
Catar 19 0,7 40.481
Guiné 19 0,2 3.067
Mayotte 19 7,3 1.521
Chipre 17 1,4 927
Nicarágua 17 0,3 279
Congo 16 0,3 469
Ilha de São Martinho (parte francesa) 15 40,3 77
Quirguistão 14 0,2 1.365
Martinica 14 3,7 197
Uzbequistão 13 0,0 3.036
Cruzeiro Diamond Princess 13 712
Guadalupe 13 3,3 156
Bahrein 12 0,8 8.414
Gabão 12 0,6 1.728
Geórgia 12 0,3 728
Togo 12 0,2 363
Guiné Equatorial 11 0,8 960
Paraguai 11 0,2 838
Bahamas 11 2,9 97
Djibuti 10 1,0 2.270
Islândia 10 3,0 1.803
Venezuela 10 0,0 944
Costa Rica 10 0,2 911
Maurício 10 0,8 332
Guiana 10 1,3 127
Sri Lanka 9 0,0 1.068
Jordânia 9 0,1 700
Jamaica 9 0,3 544
Montenegro 9 1,4 324
Bermuda 9 14,3 128
São Tomé e Príncipe 8 3,8 251
Trinidade e Tobago 8 0,6 116
Zâmbia 7 0,0 920
Taiwan 7 0,0 441
Barbados 7 2,4 90
Guiné-Bissau 6 0,3 1.114
Malta 6 1,4 600
Sudão do Sul 6 0,1 563
Mianmar 6 0,0 201
Mauritânia 6 0,1 200
Etiópia 5 0,0 433
Maldivas 4 0,8 1.274
Mônaco 4 10,3 97
Síria 4 0,0 59
Zimbábue 4 0,0 51
Nepal 3 0,0 548
Cabo Verde 3 0,6 362
Benin 3 0,0 135
Aruba 3 2,8 101
Malauí 3 0,0 82
Líbia 3 0,0 72
Angola 3 0,0 60
Antigua e Barbuda 3 3,1 25
Madagascar 2 0,0 448
Territórios Palestinos 2 0,0 423
Eswatini 2 0,2 225
Belize 2 0,5 18
Cruzeiro MS Zaandam 2 9
Ilha Reunião 1 0,1 449
Guiana Francesa 1 0,4 261
Brunei 1 0,2 141
Ilhas Cayman 1 1,6 129
Liechtenstein 1 2,6 82
Comores 1 0,1 78
Burundi 1 0,0 42
Botsuana 1 0,0 30
Gâmbia 1 0,0 25
Curaçao 1 0,6 16
Ilhas Turks e Caicos 1 2,7 12
Montserrat 1 20,0 11
Suriname 1 0,2 11
Ilhas Virgens Britânicas 1 3,4 8
República Centro-Africana 0 0,0 479
Vietnã 0 0,0 324
Ruanda 0 0,0 321
Ilhas Faroe 0 0,0 187
Uganda 0 0,0 175
Moçambique 0 0,0 164
Gibraltar 0 0,0 151
Mongólia 0 0,0 141
Camboja 0 0,0 124
Polinésia Francesa 0 0,0 60
Eritreia 0 0,0 39
Timor Leste 0 0,0 24
Butão 0 0,0 24
Granada 0 0,0 22
Namíbia 0 0,0 20
Laos 0 0,0 19
Nova Caledônia 0 0,0 18
Fiji 0 0,0 18
Santa Lúcia 0 0,0 18
São Vicente e Granadinas 0 0,0 18
Dominica 0 0,0 16
São Cristóvão e Nevis 0 0,0 15
Ilhas Malvinas ou Falkland 0 0,0 13
Vaticano 0 0,0 12
Groenlândia 0 0,0 11
Seicheles 0 0,0 11
Papua Nova Guiné 0 0,0 8
Saara Ocidental 0 0,0 6
São Bartolomeu 0 0,0 6
Anguilla 0 0,0 3
Lesoto 0 0,0 2

A apresentação usa dados periódicos da Universidade Johns Hopkins e pode não refletir as informações mais atualizadas de cada país.

** Os dados históricos de novos casos são uma média de três dias seguidos. Devido à revisão do número de casos, a média não pode ser calculada nesta data.

Fonte: Universidade Johns Hopkins (Baltimore, EUA), autoridades locais

Dados atualizados pela última vez em: 23 de maio de 2020 11:12 GMT

Estados e medidas

Em todo o país, os Estados adotaram medidas para atender as recomendações do Ministério da Saúde. Passaram a ser proibidos eventos, de qualquer forma, para evitar aglomerações.

Diversas universidades e escolas pelo país suspenderam suas atividades nas redes públicas e particulares. Elas devem ser retomadas a partir do momento em que a situação da pandemia melhorar.

Também foram suspensas as visitas a pacientes internados por causa do novo coronavírus em hospitais públicos e privados e a detentos de unidades prisionais, assim como o transporte de presos para a realização de audiências.

Pandemia

Em 11 de março, a Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou uma pandemia de Covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus.

A OMS estima que 3,4% dos pacientes morrem por causa da Covid-19, a doença causada por este vírus. Mas especialistas estimam que essa taxa de letalidade gire em torno de 2% ou menos.

O Ministério da Saúde informou que estudos apontam que 90% dos casos do novo coronavírus apresentam sintomas leves e podem ser tratados nos postos de saúde ou em casa.

Mas, entre aqueles que são hospitalizados, o tempo de internação gira em torno de três semanas, o que gera um impacto sobre os sistemas de saúde, de acordo com a pasta, já que os leitos de unidades de tratamento intensivo (UTI) ficam ocupados por um longo tempo. Por isso, o governo vai buscar ampliar o número de leitos de UTI disponíveis.

Os casos

O primeiro registro do coronavírus no Brasil foi em 24 de fevereiro. Um empresário de 61 anos, que mora em São Paulo (SP), foi infectado após retornar de uma viagem, entre 9 e 21 de fevereiro, à região italiana da Lombardia, a mais afetada do país europeu que tem mais casos fora da China.

De acordo com o Ministério da Saúde, o empresário de 61 anos tinha sintomas como febre, tosse seca, dor de garganta e coriza. Parentes dele passaram a ser monitorados. Dias depois, exames apontaram que uma pessoa ligada ao paciente também estava com o novo coronavírus e transmitiu o vírus para uma terceira pessoa. Todos permaneceram em quarentena em suas casas, pelo período de, ao menos, 14 dias.

Após o primeiro caso, outros diversos registros passaram a ser feitos no Brasil. Muitos vieram de países com inúmeros casos do novo coronavírus, mas depois foram registrados casos de transmissão local e, por fim, comunitária.

Duas semanas depois, foi anunciado que o empresário de 61 anos está curado da doença provocada pelo novo coronavírus.

A primeira morte no Brasil, de um idoso de 62 anos, foi confirmada em 17 de março. Ele morava em São Paulo (SP).

Cuidados

A principal recomendação de profissionais de saúde que acompanham o surto é simples, porém bastante eficiente: lavar as mãos com sabão após usar o banheiro, sempre que chegar em casa ou antes de manipular alimentos.

O ideal é esfregar as mãos por algo entre 15 e 20 segundos para garantir que os vírus e bactérias serão eliminados.

Se estiver em um ambiente público, por exemplo, ou com grande aglomeração, não toque a boca, o nariz ou olhos sem antes ter antes lavado as mãos ou pelo limpá-las com álcool. O vírus é transmitido por via aérea, mas também pelo contato.

Também é importante manter o ambiente limpo, higienizando com soluções desinfetantes as superfícies como, por exemplo, móveis e telefones celulares.

Para limpar o celular, pode-se usar uma solução com mais ou menos metade de água e metade de álcool, além de um pano limpo.