Protesto Vidas Negras Importam leva manifestantes ao centro do Rio

Caminhada segue pela Avenida Presidente Vargas

SILVIA IZQUIERDO / AP

Um protesto contra o racismo e a violência policial levou manifestantes ao centro do Rio de Janeiro na tarde de hoje (7), em uma caminhada que segue pela Avenida Presidente Vargas depois de ter partido do Monumento a Zumbi dos Palmares, nos arredores da Central do Brasil.

O ato é a segunda marcha Vidas Negras Importam na cidade. Na semana passada, os manifestantes protestaram em frente ao Palácio Guanabara, sede do governo do estado do Rio de Janeiro.

O movimento dialoga com os protestos contra a violência policial e o racismo nos Estados Unidos, que vem ganhando força e adesão internacional desde a morte de George Floyd, homem negro que morreu sufocado por um policial branco, que ajoelhou sobre seu pescoço. A ação foi filmada e causou indignação dentro e fora dos Estados Unidos.

No Brasil, manifestantes lembraram outras mortes, como a do jovem João Pedro, que foi morto dentro de casa, durante uma operação policial da Polícia Federal, em parceria com a Polícia Civil, no Complexo do Salgueiro, em 17 de maio. Em uma das faixas, os manifestantes protestam que “As mães negras não aguentam mais chorar”, e fotos e cartazes relembram chacinas e outros episódios de violência contra pessoas negras nos últimos anos.