Centro de Qualificação da Semas produz 22 mil máscaras faciais

Feitos de TNT por funcionários da unidade, EPIs são entregues a servidores e pessoas acolhidas nos equipamentos da Assistência Social

Divulgação

Funcionários do Centro de Qualificação Social e Profissional, da Secretaria Municipal da Assistência Social (Semas), produziram 22 mil máscaras de proteção facial. Feitos de TNT, os Equipamentos de Proteção Individual (EPI) são distribuídos aos servidores e às pessoas atendidas nos serviços de acolhimento da Secretaria.

 

 

De acordo com o chefe da Pasta, Guido Desinde Filho, as produções tiveram início no final de março deste ano, quando Ribeirão Preto iniciou as medidas de contenção em combate à pandemia do novo coronavírus.

“Começou com uma necessidade de atender os equipamentos e fomos adaptando, até ser possível expandir para toda a Secretaria. A nossa prioridade são as pessoas em situação de rua, visto que se enquadram nos grupos de risco e não têm condições de adquirir os itens de proteção. Pudemos utilizar nossa própria equipe para atender uma necessidade tão importante em um momento como esse”, afirmou.

Liderada por uma monitora do curso de costura, a equipe de produção é formada por oito funcionários do Centro de Qualificação, responsáveis pelos cursos de beleza, artesanato, entre outros. As máscaras são feitas de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h.