Prefeitura vai iniciar reforma de prédio da rua Américo Brasiliense

Antiga sede da Caixa Econômica Federal, unidade irá alocar Gabinete do prefeito, secretarias da Casa Civil, Governo e Fazenda, entre outras

Alexandre de Azevedo/PMRP

O prefeito Duarte Nogueira assinou nesta sexta-feira (17) o contrato e a ordem de serviço para iniciar a reforma do antigo prédio da Caixa Econômica Federal, localizado na rua Américo Brasiliense, nº 426, região central. No local, serão instalados o Gabinete do prefeito, as secretarias municipais da Casa Civil, Governo, Fazenda e outras pastas, se necessário.

A obra compreende reforma da rede elétrica, hidráulica, iluminação, ar-condicionado, pisos e revestimentos, sanitários, elevadores, sistema de combate a incêndio, impermeabilização, divisórias, entre outros. Com 1.057,00 metros quadrados, o imóvel conta com 4.531,27 metros de área construída.

A empresa Increbase Engenharia e Administração foi contratada via processo licitatório e terá cinco meses para concluir o serviço, ao preço de R$ 4.456.689,52. O valor representa economia de quase R$ 1 milhão (R$ 978.124,70) aos cofres públicos, 18% do valor estimado inicialmente, que era de R$ 5.434.814,22.

“Com a mudança, principalmente da Secretaria da Fazenda, para a nova unidade, temos a expectativa de reduzir em 50% os gastos da Prefeitura com aluguel. Só com a mudança de algumas secretarias para o prédio da Receita Federal, em junho, tivemos uma redução de quase R$ 400 mil por ano, sinal de que estamos otimizando nossa estrutura, agindo com criatividade e com parcerias, e aplicando bem o dinheiro da população”, afirmou chefe do Executivo.

A aquisição do prédio já está quitada e foi autorizada pela Lei Complementar nº 2.891, de 16 de julho de 2018, e concretizada em 30 de janeiro de 2019, com a assinatura do contrato de compra e venda do imóvel. O edifício comercial foi construído na década de 1980, conta com cinco pavimentos (subsolo, térreo, 1º, 2º e 3º andares), apresenta linhas arquitetônicas atuais e possui duas fachadas envidraçadas.

“A mudança representará, também, uma melhoria no atendimento ao público da Secretaria da Fazenda, que contará com mais condições de acessibilidade e de trabalho”, afirmou o secretário de Planejamento e Gestão Pública, Edsom Ortega.

Com a reforma da antiga sede da Caixa Econômica Federal, a estrutura administrativa da Prefeitura deixará de funcionar no Palácio Rio Branco, que será restaurado e ganhará nova ocupação. O Palácio completou 103 anos no último dia 26 de maio e é um dos mais importantes patrimônios históricos de Ribeirão Preto, do ponto de vista político e simbólico.

Nova unidade
No início de junho de 2020, a Prefeitura inaugurou a nova unidade administrativa da Prefeitura no prédio onde funcionou a Receita Federal por 36 anos. No local, passaram a funcionar as secretarias do Planejamento e Gestão Pública, Administração (incluindo a Divisão de Medicina e Segurança do Trabalho – DMST), Meio Ambiente, Turismo e alguns setores da Fazenda.

O uso do prédio não implica em custos para a Administração Pública, visto que foi cedido pelo Ministério da Economia e pela Secretaria do Patrimônio da União à Prefeitura. A mudança gerou uma economia de, aproximadamente, de R$ 32,5 mil ao mês com aluguel, cerca de R$ 390 mil por ano.