Prefeitura inicia alteamento da rede elétrica na Av. Maria de Jesus Condeixa

Serviço faz parte da implantação do viaduto que ligará à Av. Antônio Diederichsen, sobre a Dr. Francisco Junqueira; obra está 75% concluída

Alexandre de Azevedo/PMRP

A Prefeitura de Ribeirão Preto, por meio da Secretaria Municipal de Obras Públicas, iniciou neste domingo (19) a etapa de alteamento da rede elétrica para a implantação de um viaduto que ligará as avenidas Maria de Jesus Condeixa e Antônio Diederichsen sobre a Dr. Francisco Junqueira. As obras, que começaram no final de agosto de 2019, fazem parte do Programa Ribeirão Mobilidade e estão 75% concluídas.

A rede de alta tensão passará de 14 metros de altura para 20 metros, a fim de garantir a segurança dos motoristas que passarem pelo viaduto. O desabastecimento da energia será feito pela CPFL em etapas para que não haja desabastecimento de energia na região. Na Maria de Jesus Condeixa, foi implantado um poste de 34 metros de altura que irá substituir duas torres treliçadas da avenida. Já na Antônio Diederichsen, um poste de 31 metros substituirá uma torre treliçada.

Até o final do mês de julho, serão realizadas a montagem dos postes, transferências de circuitos e desmontagem das três torres treliçadas. Com a conclusão do alteamento, a etapa seguinte será a implantação de 12 vigas pré-moldadas, de 33 metros e 56 toneladas cada, para sustentar o trecho do viaduto que passará sobre a avenida Dr. Francisco Junqueira.

“Iniciamos a fase mais complexa desse projeto e, ao final, resultará numa conexão direta das avenidas Treze de Maio e Castelo Branco com a avenida Presidente Vargas, eliminando a necessidade de retornos pela avenida Dr. Francisco Junqueira. Aproximadamente, 65 operários trabalham arduamente das 7h30 às 17h30 para transformar em realidade um projeto de engenharia que criará uma ligação de mais de oito quilômetros, permitindo um cruzamento direto da zona Leste com a zona Oeste”, disse o prefeito Duarte Nogueira.

Em junho, o viaduto foi nomeado “Viaduto Profissionais da Saúde de Ribeirão Preto”, em homenagem àqueles que trabalham na linha de frente para proteger a população da pandemia do novo coronavírus.

Com investimento inicial previsto em R$ 20.180.431,35, a Construtora Hejos foi contratada através de processo licitatório por R$ 15.285.365,82, gerando uma economia de R$ 4.895.065,53 aos cofres públicos. Com prazo de execução de 18 meses, o serviço irá beneficiar os moradores dos bairros Castelo Branco, Iguatemi, Santa Cruz do José Jacques, Vila Seixas, Jardim Macedo, Jardim América e Centro.