Prefeitura inicia instalação de vigas para construção de ponte

Prevista no Ribeirão Mobilidade, obra está 60% executada e permitirá ligação entre a Av. Francisco Junqueira e os Campos Elíseos

Alexandre de Azevedo/PMRP

A Prefeitura de Ribeirão Preto, por meio da Secretaria Municipal de Obras Públicas, iniciou nesta quarta-feira (29) a instalação das vigas que darão sustentação à ponte que interligará a avenida Fábio Barreto com a rua Pompeu de Camargo. Ao todo, serão 13 vigas longarinas pré-moldadas em concreto, com 29 metros de extensão e 42 toneladas cada. A próxima etapa será a montagem da laje em concreto sobre estas estruturas.

A obra faz parte do Programa Ribeirão Mobilidade e irá viabilizar uma ligação direta da avenida Dr. Francisco Junqueira e do bairro Campos Elíseos à avenida Jerônimo Gonçalves, facilitando o acesso de veículos vindos do sentido Terminal Rodoviário, assim como os bairros Vila Tibério e Vila Virgínia.

Além disso, a ponte irá possibilitar a inversão do sentido da Rua Castro Alves, facilitando o acesso de veículos do bairro Vila Tibério para os Campos Elíseos, diminuindo o fluxo na rotatória Amin Calil e unindo os bairros em menor tempo. As obras tiveram início em janeiro de 2020 e estão com 60% concluídos, com expectativa de entrega entre setembro e outubro deste ano.

“Essa é a quarta ligação feita, desde 2017, entre os Campos Elíseos e o Centro da cidade. No final de 2018, entregamos as pontes da José Bonifácio com a Paraíba, a ponte da Visconde de Inhaúma com a Tamandaré e a ponte da Barão do Amazonas com a Benjamim Constant”, disse o prefeito Duarte Nogueira.

Via licitação, a empresa Hejos Construções Civis foi contratada por R$ 2.988.044,64, com prazo de execução de oito meses. A economia alcançada com o processo licitatório foi de 19,20% aos cofres públicos frente ao valor estimado inicialmente, de R$ 3.698.104,31.

“É uma obra importantíssima para a mobilidade dessa região, facilitando o acesso das pessoas, em especial da Vila Tibério para os Campos Elíseos. Hoje, existem apenas dois acessos de um bairro a outro, a ponte da Castro Alves e a rotatória Amin Calil”, disse o secretário de Obras Públicas, Pedro Luiz Pegoraro.

O investimento total se aproxima de R$ 500 milhões, sendo R$ 310.000.000,00 provenientes de recursos do Governo Federal e, o restante, do Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa) e outras agências de crédito.

Ao todo, serão 11 corredores de ônibus implantados em Ribeirão Preto, além de um túnel que será construído entre as avenidas Independência e Presidente Vargas, passando por baixo da Nove de Julho. Serão 56 quilômetros de corredores de ônibus percorrendo as principais avenidas do município, além de pontes, túneis e viadutos que irão proporcionar maior conforto a 4.154.118 usuários do transporte público.