UPA Norte é entregue à população de Ribeirão Preto

Unidade de Pronto Atendimento começou a funcionar nesta segunda-feira (10), com capacidade de atender moradores da região Norte da cidade, estimada em 200 mil habitantes

Alexandre de Azevedo/PMRP

A Prefeitura de Ribeirão Preto inaugurou na manhã desta segunda-feira (10), na avenida general Euclides Figueiredo, na região Norte, a segunda Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade, denominada Nelson Mandela. A unidade de saúde funcionará todos os dias da semana, durante 24 horas e atenderá a região formada pelos bairros Quintino Facci, Simioni e adjacências, com aproximadamente 200 mil habitantes.

A inauguração da nova unidade de saúde aconteceu simultaneamente ao início das atividades e contou com a presença do prefeito Duarte Nogueira e do secretário municipal da Saúde, Sandro Scarpelini.

Duarte Nogueira ressaltou que a UPA foi praticamente reconstruída, após a resolução de diversos problemas estruturais e jurídicos, sendo entregue uma unidade de saúde com estrutura de hospital à população de Ribeirão Preto.

“A saúde da nossa população, principalmente nesse momento que vivemos, significa vida em primeiro lugar, desafios e enfrentamento. Entregar uma unidade de saúde desse porte à população, que poderá ser atendida com alta qualidade, é mais uma etapa atingida e, portanto, motivo de muita alegria”, disse o chefe do Executivo.

A UPA Norte será administrada pela Fundação Santa Lydia, por meio de contrato de gestão com a Secretaria Municipal da Saúde (SMS), e terá equipe formada por 200 profissionais.

Estrutura
Com 1.912 metros quadrados, o edifício comportará leitos de retaguarda, sala de medicação, inalação adulto e infantil, curativos, Raio-X, eletrocardiograma, sala para serviço social, duas salas para classificação de risco, quatro consultórios pediátricos e cinco para clínica médica.

A unidade de pronto atendimento também comportará farmácia, arquivo e dois quartos para isolamento; área para ambulância; sala de urgência; sala de higienização; setor de pronto atendimento; quatro consultórios adultos com sala de observação e posto de enfermagem; quatro consultórios infantis com sala de observação e posto de enfermagem; salas para direção, administração e reuniões; refeitório; copa; área para armazenagem de materiais; instalações para o SAMU e instalações para depósito de resíduos.

Além disso, a unidade terá laboratório de análises clínicas e equipamento de ultrassom de emergência, inovação adotada em unidades de emergência de países da Europa e América do Norte, onde o próprio médico emergencialista faz o ultrassom do paciente, diminuindo o tempo de diagnósticos, que passam a ser mais rápidos e aprimorados.

UBDS Quintino II – novas atividades médicas

Com a inauguração da UPA Norte, os atendimentos na Unidade Básica de Distrital de Saúde (UBDS) Dr. Sergio Arouca, no Quintino Facci II, foram desativados e passaram a ser feitos na nova unidade de saúde.

A estrutura da UBDS Quintino II abrigará outras atividades médicas que não sejam urgência e emergência. O projeto está em fase de elaboração e em breve será implantado na unidade de saúde.

O secretário da Saúde explicou que a estrutura da UBDS já tem projeto, que começou a ser executado, e para o futuro se tornará unidade de atendimento de especialidades na região Norte da cidade.

“Nós já iremos manter a farmácia no local, iremos implantar uma unidade da vigilância epidemiológica, implantaremos uma unidade do Serviço de Atenção Domiciliar (SAD) e, para o futuro, pretendemos que funcione como atualmente é na UBDS Castelo Branco, que fazia pronto atendimento. Quando ficou pronta a UPA da avenida Treze de Maio (Leste), a UBDS Castelo se transformou em unidade com outros atendimentos, como doenças crônicas.A ideia é essa”, disse o secretário.