Grêmio abre vantagem sobre Caxias e fica próximo do tri do Gauchão

Pepê e Everton garantem primeira vitória gremista após quatro empates

© Lucas Uebel/Grêmio FBPA/Direitos reservados

O Grêmio levou a melhor nos primeiros 90 minutos da final do Campeonato Gaúcho. Nesta quarta-feira (26), mesmo atuando em Caxias do Sul (RS), o Tricolor venceu o Caxias por 2 a 0 e tem a vantagem do empate, ou até de uma derrota por um gol de diferença, no jogo de volta do confronto, marcado para domingo (30), às 16h (de Brasília), na Arena gremista, em Porto Alegre.

O resultado deixou o time de Renato Portaluppi perto do tricampeonato estadual, que não acontece desde 1987. Na ocasião, o Grêmio emplacou seis títulos consecutivos, entre 1985 e 1990. Já o Caxias, que tem de ganhar por três gols ou mais para levar a taça, tenta ser o segundo clube do interior a vencer o Gauchão mais de uma vez. A equipe grená foi campeã em 2000, comandada por Tite, contra o próprio Tricolor.

Com o Caxias sem atuar há quase um mês, desde o término da fase de grupos do segundo turno do Estadual, o Grêmio ditou o ritmo do primeiro tempo, saindo na frente logo aos sete minutos. Após tabelar com o volante Maicon, o atacante Isaque encontrou o companheiro de ataque Pepê na entrada da pequena área. Ele dominou, cara a cara com Marcelo Pitol, e bateu na saída do goleiro.

O time da casa assustou aos 20 minutos, em chute do lateral-direito Ivan, mas o goleiro Vanderlei salvou no ângulo. Na etapa final, que iniciou com 15 minutos de atraso após dois postes de luz do estádio Centenário apagarem no intervalo, o mesmo Ivan balançou as redes, aos 17 minutos, em cobrança de falta. O árbitro de vídeo, porém, entendeu que o lateral-esquerdo Bruno Ré, impedido, atrapalhou Vanderlei, o que anulou o lance.

Apesar de o Caxias estar melhor no segundo tempo, foi o Grêmio que balançou as redes. Aos 32 minutos, a zaga grená afastou a bola que veio de uma cobrança de escanteio, mas ela caiu nos pés de Everton (não o Cebolinha, que foi para o Benfica, mas o reforço contratado em uma troca com o São Paulo). O atacante bateu de primeira, no ângulo, fechando o placar e recolocando o Tricolor na trilha das vitórias, após quatro empates pela Série A do Campeonato Brasileiro.