Queimadas provocaram quatro desligamentos em linhas de energia no Rio

No ano passado, incêndios causaram apenas um desligamento no estado

Incêndio atinge 10 mil metros quadrados de reserva biológica no Rio. © Divulgação/Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro

As queimadas no estado do Rio de Janeiro provocaram quatro desligamentos em linhas de transmissão em 2020, divulgou hoje (26) a subsidiária Furnas, da Eletrobras. No ano passado, foi registrado um desligamento. Apesar do risco de queda de energia em cidades e em regiões, o gerente de linhas de transmissão de Furnas, Ricardo Abdo, ressaltou que, em nenhum caso, o fornecimento chegou a ser interrompido ao consumidor final.

Segundo Abdo, as queimadas, além de constituírem um crime ambiental, podem provocar o desligamento de linhas de transmissão.

“A fumaça e a fuligem produzidas reduzem a capacidade de isolamento natural do ar, podendo resultar na abertura de arco elétrico dos cabos condutores para o solo e, consequentemente, no desligamento da linha”. Ele destacou que a falta de energia pode impactar diretamente hospitais e serviços essenciais. “Isso é ainda mais preocupante em tempos de pandemia da covid-19”, afirmou.

Realizar queimadas próximo às instalações do setor elétrico é crime, de acordo com o Decreto 2.661, de julho de 1998, que proíbe atear fogo em uma faixa de 15 metros dos limites de segurança das linhas de transmissão de energia e de 100 metros ao redor das subestações, informou a empresa.

Campanhas

Regularmente, Furnas promove campanhas de esclarecimento para a prevenção de queimadas, visando conscientizar sobre o risco e reduzir as ocorrências, que são prejudiciais ao meio ambiente, à saúde das pessoas e, também, ao sistema elétrico. Quando a empresa identifica queimadas de grande porte, estas são informadas ao Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) para que tome as medidas necessárias.

Denúncias sobre queimadas podem ser feitas à empresa pelo serviço gratuito 0800-025-2555, que funciona vinte e quatro horas por dia, além dos canais disponibilizados no site http://www.furnas.com.br.