Alexandre Ribeiro e Rafael Drummond são atrações da 40tena Cultural na próxima semana

Atividades serão transmitidas remotamente pela plataforma da Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão, YouTube e Instagram nos dias 19 e 21 de janeiro

Ni Brisant
10

A programação da Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto, através do projeto 40tena Cultural, apresenta duas atividades na próxima semana: um bate-papo sobre o mercado editorial alternativo e independente e mais um encontro mensal do quadro fixo “Defenda seu Best”, que neste mês de janeiro terá a participação do escritor Alexandre Ribeiro, defendendo a obra de Mia Couto, “E se Obama fosse africano?”.

Rafael Drummond

A programação começa na terça-feira (19/01), às 20 horas, com a discussão sobre “Uma nova utopia: Editora Antofágica”, com um dos fundadores da Editora Antofágica, Rafael Drummond. No encontro, Drummond fará uma abordagem sobre o momento em que o mercado de editoras está passando e a própria história da editora Antofágica. “Mesmo um mercado em crise, é possível evoluir, ter êxito através de boas ideias e feeling”, comenta. Para ele, o momento é do aparecimento de novos caminhos para contornar a situação de crise que o mercado atravessa. “Não acho que tudo isso seja uma nova utopia. Pelo contrário, é o momento de focar no trabalho e ter ideias boas, adaptando ao mercado atual e tentando fazer acontecer para que realmente aconteça”, explica.

A atividade será mediada por Ni Brisant, poeta e editor da Editora Selin Trovoar, e transmitida, ao vivo, pela plataforma da instituição (www.fundacaodolivroeleiturarp.com), YouTube (FeiraDoLivroRibeirao) e Instagram (@fundacaolivrorp), às 20 horas.

Defenda Seu Best

Alexandre Ribeiro (Foto: Lucas Sampaio)

A segunda atividade da semana será realizada na quinta-feira (21/01), às 19h, nas plataformas da Fundação do Livro e Leitura – Instagram, YouTube e site. O quadro fixo da 40tena Cultural, “Defenda seu Best”, terá a participação do escritor Alexandre Ribeiro que escolheu a obra de Mia Couto, “E se Obama fosse africano?”. O encontro ao vivo será mediado pela produtora cultural, Priscila Prado.

“Já li outras duas obras do Mia Couto e quero levar essa ideia sobre o que é literatura. A obra tem uma proximidade com o período atual”, revela Alexandre Ribeiro que tem a expectativa de conduzir um bate-papo descontraído e leve, mas que expresse a profundidade da obra. Segundo ele, o livro aborda assuntos como países periféricos no mundo, o papel do idioma, racismo, colonialismo etc. “Que o público venha de coração aberto, sem nos levar muito a sério, pois com essa ideia em levar tudo a sério, acabamos tropeçando no ego. A literatura é esse abraço: de peito aberto, são portas e caminhos que podemos entrar”, desabafa o escritor.

SERVIÇO:

Bate-Papo: “Uma nova utopia: Editora Antofágica”
Com Rafael Drummond (fundador da Editora Antofágica) e mediação de Ni Brisant (poeta e editor da Selin Trovoar)
Data: 19 de janeiro (terça-feira)
Horário: 20h
Plataformas de exibição: Instagram (@fundacaolivrorp), YouTube (FeiraDoLivroRibeirao) e site da Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto (www.fundacaodolivroeleiturarp.com)

“Defenda seu Best – ‘E se Obama fosse africano?’, de Mia Couto”
Com Alexandre Ribeiro (escritor) e mediação de Priscila Prado (produtora cultural)
Data: 21 de janeiro (quinta-feira)
Horário: 19 horas
Plataformas de exibição: Instagram (@fundacaolivrorp), YouTube (FeiraDoLivroRibeirao) e site da Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto (www.fundacaodolivroeleiturarp.com)