Prefeitura apresenta diretrizes para a contenção da pandemia

Após atualização do Plano São Paulo, as medidas foram atualizadas e passam a valer na próxima segunda-feira, dia 25 de janeiro

Alexandre de Azevedo/PMRP
4

Em coletiva realizada nesta sexta-feira, dia 22 de janeiro, o prefeito de Ribeirão Preto, Duarte Nogueira, acompanhado dos secretários de Saúde e Governo, Sandro Scarpelini e Antonio Daas Abboud respectivamente, apresentou as diretrizes do município após o Governo de São Paulo atualizar o Plano São Paulo.

As regras mais restritivas do Plano São Paulo terão duas fases e passam a valer nesta segunda-feira, dia 25 de janeiro. De segunda-feira a sexta-feira, Ribeirão Preto permanece na fase laranja, e nos finais de semana dos dias 30 e 31 de janeiro e 6 e 7 de fevereiro, todo o Estado de São Paulo permanece na fase vermelha.

“O importante foi a abertura de novos leitos de UTI-Covid para diminuir o percentual de internação, já que o Plano São Paulo reduziu para 75% a taxa de ocupação de UTI na fase vermelha. Com o esforço que fizemos, abrimos 25 leitos no hospital Santa Lydia e ainda vamos alcançar 32 leitos nos próximos dias, além de 10 leitos no hospital da Ribeirânia através de convênio. Com essas ações, conseguimos manter a cidade na fase laranja”, explica o prefeito Duarte Nogueira.

Novas regras
A partir de segunda-feira, dia 25 de janeiro, os serviços essenciais como supermercados, farmácias, padarias continuam com o funcionamento sem limite de horário, mas devem respeitar a ocupação de 60% da capacidade.

Durante a semana, os setores de comércio, shoppings e serviços devem seguir a capacidade de 40% e horário de oito horas de funcionamento com abertura após às seis horas e fechamento antes das 20 horas. Para as lojas de conveniência, será permitida a venda de bebidas alcoólicas até às 20h, não podendo funcionar nos sábados e domingos.

Em relação aos restaurantes e lanchonetes a fase laranja permite que os estabelecimentos funcionem com 40% da capacidade de ocupação e por oito horas, sendo a abertura após as seis horas e fechamento às 20 horas. O funcionamento por delivery, drive-thru e take-out estão liberados, inclusive nos fins de semana.

Os parque e clubes poderão abrir durante a semana com 40% da capacidade limitada, horário reduzido para oito horas, sendo a abertura após as seis horas e fechamento às 20 horas. Os clubes devem funcionar com agendamento prévio e hora marcada na academia, além de permitir apenas aulas e práticas individuais. Ambos não podem funcionar nos finais de semana.

A Ciclofaixa não terá atividade nos próximos dois finais de semana.

É importante ressaltar que a fase laranja e/ou vermelha não permite o funcionamento presencial de bares e pubs. Esses serviços podem funcionar no sistema drive thru.

Em relação ao funcionamento de salões de beleza e academias, esses serviços ficam instituídos como atividades essenciais e podem funcionar atendendo aos mesmos protocolos estabelecidos na fase laranja, com 40% da capacidade limitada e por oito horas, sendo a abertura após as seis horas e fechamento às 20 horas, com agendamento prévio e hora marcada na academia, além de permitir apenas aulas e práticas individuais. Nos finais de semana, essas atividades devem permanecer fechados.

Vacinação
Ribeirão atingiu a marca de 2002 profissionais da saúde vacinados até esta sexta-feira, dia 22 de janeiro. São 491 vacinados na rede municipal, 386 nos hospitais e 1125 no Hospital das Clínicas.

“Tivemos hoje duas boas notícias, que é a chegada de dois milhões de doses da Índia, do laboratório Astrazeneca Oxford e a Anvisa aprovou emergencialmente mais 4,8 milhões doses da vacina do Butantan SinoVac. Teremos mais 6,8 milhões de doses de vacina. Considerando a proporcionalidade das outras vacinas que já foram distribuídas, iremos receber em Ribeirão Preto, entorno de 16 mil novas doses. Assim, os 32 mil profissionais da saúde estarão vacinados”, conclui Duarte Nogueira.