Festa da COVID: Alunos de medicina de Ribeirão, não respeitam quarentena e fazem festa clandestina

Faculdade suspende aulas apôs denúncia de festa clandestina de alunos em vídeo divulgado nas redes sociais

Arquivo
4

Diante da pandemia do novo coronavírus, o governo do estado autorizou o retorno das atividades teóricas e práticas nas áreas de medicina, farmácia, odontologia, fisioterapia e enfermagem, independentemente da classificação da cidade no Plano São Paulo.As aulas presenciais tinham sido retomadas no dia 1º de fevereiro, uma vez que o curso é da área da saúde.

Um vídeo que foi divulgado nas redes sociais nesta semana, deixou a reitoria da faculdade Barão de Mauá desconfortável, a faculdade em forma de punição resolveu suspender as aulas presenciais em forma de punição aos alunos. A cidade de Ribeirão Preto se encontra na fase laranja do Plano São Paulo, etapa do programa que não permite qualquer tipo de festa.

Em nota a faculdade disse que decidiu suspender as atividades até o dia 21 de Fevereiro.