Fehidro libera mais R$ 687,8 mil para obras de implantação de rede de esgoto

Serão substituídos 920 metros de rede, beneficiando os bairros Adão do Carmo Leonel, Jardim Branca Sales e Parque Ribeirão Preto

Divulgação
6

O Fehidro (Fundo Estadual de Recursos Hídricos) liberou R$ 687.835,27 para a implantação de 920 metros de rede de esgoto que beneficiará três bairros da região Oeste de Ribeirão Preto. O projeto aprovado pelo fundo está orçado em R$ 1.187.993,68, sendo que o Daerp entrará com uma contrapartida no valor de R$ 500.148,41.

Este é o terceiro projeto aprovado pelo fundo estadual desde 2019, por conta do empenho da atual administração. A liberação dos recursos depende apenas da assinatura do convênio entre o Daerp e o fundo, que é ligado à Secretaria de Estado de Infraestrutura e Meio Ambiente.

 

Obra
A obra de implantação de 920 metros de redes de esgoto atenderá o bairro Adão do Carmo Leonel, Jardim Branca Sales e parte do Parque Ribeirão Preto, beneficiando uma população estimada de 24 mil habitantes.

Será implantada uma nova rede tronco na avenida Aniceto dos Santos entre as ruas Feres Abujamra e a avenida Esquerda. Serão, ao todo, 920 metros de rede coletora tronco, sendo 104 metros com diâmetro de 150 milímetros, 20 metros com 250 milímetros, 34 metros com 300 milímetros, 337 metros com 500 milímetros e 425 metros com 600 milímetros. Também serão instalados 24 poços de visita ao longo da nova rede. A execução da obra está prevista para cinco meses.

 

Outras obras
No ano passado, o Daerp realizou outras duas obras de implantação de redes de esgoto com recursos do Fehidro, que beneficiaram quatro bairros da zona Oeste de Ribeirão Preto. Foram construídos 2.166 metros em duas redes. Uma com extensão de 1.365 metros, com diâmetro de 250 milímetro, na avenida Luiz Galvão César e na rua Elpídio Faria, beneficiando os bairros Parque das Andorinhas e Planalto Verde, e outra de 751 metros na avenida Patriarca, beneficiando os bairros Branca Sales e parte do Parque Ribeirão Preto.

O valor total investido nas duas obras, que foram concluídas no início deste ano, foi de R$ 1.061.826,66, sendo R$ 909,5 mil de recursos do Fehidro a fundo perdido.

O Daerp ficou 11 anos sem ter projetos aprovados pelo Fehidro. A liberação destes recursos está ocorrendo por conta da qualidade dos projetos apresentados e pelo empenho da atual administração do Daerp.