Viaduto Profissionais da Saúde entra em funcionamento

Investimento de R$ 15.285.365,82 permitirá trânsito direto entre as regiões Leste e Oeste; obra faz parte do Programa Ribeirão Mobilidade

Alexandre de Azevedo/PMRP
11

Na manhã desta sexta-feira, dia 26 de fevereiro, a prefeitura de Ribeirão Preto, por meio da Secretaria Municipal de Obras Públicas, entregou o viaduto Profissionais da Saúde, localizado na avenida Maria de Jesus Condeixa. Os primeiros veículos a cruzar a obra, que é parte do Programa Ribeirão Mobilidade, foram os carros antigos do clube Faixa Branca e potentes motocicletas de clubes da cidade.

 

O viaduto passa sobre o córrego Retiro Saudoso, na avenida Francisco Junqueira, e tem cerca de 200 metros de extensão. A obra proporcionará uma ligação de mais de oito quilômetros entre as regiões Leste e Oeste e criará conexão direta das avenidas Treze de Maio e Castelo Branco com a av. Presidente Vargas, eliminando a necessidade de retornos pela av. Francisco Junqueira. Serão beneficiados com o viaduto os moradores dos bairros Castelo Branco, Iguatemi, Santa Cruz do José Jacques, Vila Seixas, Jardim Macedo, Jardim América e Centro.

 

Foto: Alexandre de Azevedo

 

Participaram da solenidade de inauguração o prefeito de Ribeirão Preto, Duarte Nogueira, o secretário de Obras Públicas, Pedro Luiz Pegoraro, o secretário da Saúde, Sandro Scarpelini, representando os profissionais da saúde homenageados com a denominação do viaduto, autoridades e munícipes.

 

Foto: Alexandre de Azevedo

 

“Uma obra estipulada em 18 meses, mas que entregamos antes do prazo e será importantíssima para Ribeirão Preto do ponto de vista viário, pois trará mais mobilidade à região sem o transtorno de ter que fazer o desvio pela avenida Francisco Junqueira, portanto, mais segurança viária e menos acidentes”, afirmou o prefeito Duarte Nogueira.

 

Segundo o secretário de Obras Públicas, as melhorias que o viaduto traz para toda a cidade merecem destaque. “Uma realização que irá fazer ligação direta da zona Oeste com a zona Leste, favorecendo muito as pessoas que saem, principalmente, da avenida Treze de Maio e que querem acessar o outro lado da cidade, permitindo chegar até a avenida Caramuru. Isso facilita a vida das pessoas, não somente neste trecho, mas em toda a região e também na avenida Francisco Junqueira, que terá mais fluidez”, explicou Pegoraro.

 

Foto: Alexandre de Azevedo

 

Além de ser uma importante obra para a mobilidade de Ribeirão Preto, durante a construção do viaduto Profissionais da Saúde foram gerados 40 empregos diretos e mais de 100 empregos indiretos, fomentando a economia da cidade.

 

A vendedora Maria de Oliveira é uma das pessoas que se beneficiarão com a obra. “Há anos passo por este caminho, que estava muito caótico. Com o viaduto, vou poder chegar mais rapidamente ao trabalho e evitar o trânsito”, explicou.

 

Foto: Alexandre de Azevedo

 

Iniciada em setembro de 2019, a obra foi contratada por R$ 15.285.365,82, uma economia de R$ 4.865.065.53 (24,25%) aos cofres públicos se comparado ao investimento previsto inicialmente, de R$ 20.180.431,35. Serão 98 metros lineares de obras de arte e cerca de 200 metros de estruturado, três mil metros cúbicos de concreto utilizados, meia tonelada de aço e 24 vigas pré-moldadas protendidas.

 

Foto: Alexandre de Azevedo

 

A rede de alta tensão passou de 14 metros de altura para 20 metros, com o intuito de garantir a segurança dos motoristas que transitarem pelo viaduto. Por questões de segurança, a distância mínima do veículo que passa sobre a ponte e a catenária de energia elétrica tem que ser, no mínimo, de oito metros.

 

Foto: Fernando Gonzaga

 

Denominação do viaduto

Em agosto de 2020, o prefeito Duarte Nogueira assinou a Lei 14.487, que denomina o viaduto da avenida Maria de Jesus Condeixa de “Viaduto Profissionais da Saúde de Ribeirão Preto”.

 

Trata-se de merecida homenagem a todos os Profissionais da Saúde da cidade, cujo trabalho dedicado, diuturno e de alta qualidade técnica, com risco da própria incolumidade física, tem propiciado o enfrentamento da pandemia provocada pelo novo coronavírus, salvando vidas e recuperando a grande maioria de enfermos, tanto de Ribeirão Preto como de municípios vizinhos.

 

Foto: Fernando Gonzaga

 

Programa Ribeirão Mobilidade

A Prefeitura conta com cerca de 90% das obras do Programa Ribeirão Mobilidade licitadas e em processo de licitação. São mais de 30 intervenções viárias planejadas para garantir mais acessibilidade, segurança no trânsito e qualidade de vida à população de Ribeirão Preto.

 

O investimento total se aproxima de R$ 500 milhões, sendo R$ 310 milhões em recursos do Governo Federal e, o restante, do Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa) e outras agências de crédito.

 

Ao todo, serão implantados 11 corredores de ônibus em Ribeirão Preto, num total de 56 quilômetros percorrendo as principais avenidas do município, além de pontes, túneis e viadutos que irão proporcionar maior conforto a 4.154.118 usuários do transporte público.

 

Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa) e outras agências de crédito.

 

Ao todo, serão implantados 11 corredores de ônibus em Ribeirão Preto, num total de 56 quilômetros percorrendo as principais avenidas do município, além de pontes, túneis e viadutos que irão proporcionar maior conforto a 4.154.118 usuários do transporte público.