GCM realiza treinamento de Patrulhamento Tático ROMU

Serão três dias de curso para 34 guardas, totalizando 36 horas de treinamento

Alexandre de Azevedo/PMRP
7

A Guarda Civil Metropolitana (GCM) de Ribeirão Preto iniciou na última segunda-feira, dia 1º de março, um treinamento de Patrulhamento Tático ROMU (Ronda Ostensiva Municipal) para seus agentes. Serão três dias de treinamento, totalizando 36 horas, com a participação de 34 GCMs e três instrutores.

A proposta da administração municipal é oferecer ao efetivo da ROMU o conhecimento de técnicas para fortalecer o trabalho realizado e oferecer à população mais segurança no dia a dia.

 

O treinamento irá abordar os seguintes temas: Direitos Humanos; Legislação Específica; Conduta de Patrulhamento; Deslocamento Tático/Progressão; Fundamento e Manuseio de Armas Curtas e Longas; OPH Tático (primeiros socorros operacionais); Formação de Equipe, Perfil e Postura; Abordagem em Equipe; Posicionamento de CDC (controle de distúrbio civil) e Exercícios Práticos Oficinas.

Para Tiago Caldera, diretor Operacional da GCM, os profissionais que trabalham no grupamento especializado prestam um serviço de extrema importância para sociedade. “Uma educação continuada para aprimorar as técnicas e atender os munícipes com excelência. A cidade ganha com profissionais treinados e capacitados, podendo atender toda demanda com excelência e exigindo do profissional o conhecimento técnico para cada vez mais prestar um atendimento à população com qualidade”, explicou.

 

 

Investimentos
A segurança pública de Ribeirão Preto ganhou atenção especial durante os últimos quatros anos para oferecer mais tranquilidade à população. A prefeitura, ciente da necessidade de investir no setor, tornou a Guarda Civil Metropolitana (GCM) um importante aliado da sociedade.

A segurança da região do quadrilátero central ganhou a presença da base móvel da GCM em um ponto estratégico e, no início de dezembro, a GCM recebeu quatro veículos para renovação da frota de viaturas.

A GCM também recebeu outros investimentos de grande relevância para a melhoria dos serviços prestados à população, como as reformas da Base Canil e da Base Central, além da aquisição de equipamentos operacionais para a ROMU.

Também foi reforçado o número de GCMs nos últimos anos com o chamamento de 48 novos guardas municipais. A contratação permitiu um aumento de 22,5% no efetivo, além da aquisição de novos uniformes e armamento.