Site da prefeitura tem lentidão durante agendamento de idosos de 77 a 79 anos

Prefeitura de Ribeirão Preto encerra agendamento da vacina para idosos em menos de 2 h

Alexandre de Azevedo/PMRP
10

Durante o agendamento pela manhã, o site da prefeitura teve um sobre carrego de acessos aos usuários que entraram no site para se cadastrar para a 1ª dose da vacina de COVID, onde causou lentidão. Em menos de 2 Horas o agendamento já havia encerrado.

Em comunicado emitido por volta das 10h45, a Prefeitura informou que o serviço, que estava disponível desde as 9h, foi suspenso porque o total de doses enviadas pelo governo do estado foi atingido. O número, porém, não foi informado. Usuários que não conseguiram o agendamento para a aplicação da primeira dose devem aguardar informações sobre a abertura de nova data. A mesma orientação serve aos moradores de 80 a 84 anos que não conseguiram fazer o cadastro.

Hoje pela manhã, muitos idosos não conseguiram realizar o agendamento presencial, pois não tem acesso a celulares com internet ou computador. .

Opinião:

A prefeitura municipal de Ribeirão Preto, dispensa o atendimento presencial de agendamento, realizando o cadastramento online pela internet, mais esqueceu que vários idosos não sabem utilizar um tablete, celular com internet ou computador. Não seria um descaso por parte da secretaria municipal da saúde?

No estatuto do idoso temos o seguinte artigo:

Art. 2o O idoso goza de todos os direitos fundamentais inerentes à pessoa humana, sem prejuízo da proteção integral de que trata esta Lei, assegurando-se-lhe, por lei ou por outros meios, todas as oportunidades e facilidades, para preservação de sua saúde física e mental e seu aperfeiçoamento moral, intelectual, espiritual e social, em condições de liberdade e dignidade.

Atendimento preferencial imediato e individualizado junto aos órgãos públicos e privados prestadores de serviços à população;

VIII – garantia de acesso à rede de serviços de saúde e de assistência social locais.

Porque o não comprimento das medidas sociais em atendimento presencial para essas pessoas?

Vamos questionar a câmara municipal para que revejam essas regras que é um falta de respeito aos idosos com vulnerabilidade social.