STJ mantém prisão de quatro desembargadores do TRT do Rio

Magistrados são investigados na Operação Mais Valia

Edifício sede do Superior Tribunal de Justiça. © Gustavo Lima/STJ
1

Por unanimidade, a Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu hoje (3) referendar a decisão da ministra Nancy Andrigui que determinou a prisão de quatro desembargadores Tribunal Regional do Trabalho (TRT). As prisões foram efetivadas ontem pela Polícia Federal (PF).

Os magistrados são investigados na Operação Mais Valia, que apura o pagamento de vantagens indevidas aos desembargadores para que integrantes de um suposto esquema criminoso fossem beneficiados. O governador afastado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, e advogados ligados a ele também são investigados.

Em nota divulgada ontem (2), o TRT do Rio informou que está à disposição das autoridades para auxiliar nas investigações. Segundo o tribunal , a Polícia Judiciária acompanhou os policiais federais no cumprimento dos mandados de busca em seu prédio-sede, no centro do Rio.