Quarentena mais rígida: Ribeirão Preto terá restrição total de circulação durante o final de semana

Para tentar diminuir a aglomeração em horários de pico no transporte público, a fase emergencial também prevê uma recomendação para que empresas adotem horários diferentes para entrada de funcionários

5

Para tentar frear o avanço da pandemia da Covid-19 e reduzir as internações nos hospitais, além do toque de recolher das 20h às 5h e da suspensão das atividades não essenciais, estão proibidas em todo o estado, o prefeito Duarte Nogueira (PSDB), em coletiva de imprensa na tarde desta quinta-feira, 11. Também será implantada a restrição total aos finais de semana no município.

Outras medidas como abertura de novos grupos de vacinação, criação de novos leitos Covid-19 e apoio social à população também são anunciadas pelo governo municipal.

De acordo com a prefeitura, assim como determinou o estado, estão restritos na cidade, a partir da segunda-feira, 15, até o dia 30 de maço, os seguintes serviços:

– Serviços de retirada de compras, mercadorias, alimentação de todos os setores (take-away).

– Lojas de materiais de construção

– Celebração religiosas coletivas. (Os templos seguirão abertos para manifestações religiosas particulares).

– Atividades esportivas coletivas

Tele-trabalho obrigatório para atividades administrativas não essenciais

– Órgãos públicos
– Escritórios e qualquer atividade desde que o setor não seja essencial

Está permitido somente serviços de drive-thru (entre 5h e 20h) e delivery 24h para restaurantes e outros estabelecimentos comerciais.

Outras medidas:

– Toque de recolher: entre às 20h e 5h
– Proibição do uso parques
– Proibição completa de qualquer aglomeração
– Usar máscara em todos os ambientes internos

Lockdown aos domingos

O secretário de Governo, Antonio Daas Abboud, explicou que não está mais permitido a retirada de produtos e alimentos nos estabelecimentos que não tenham espaço adequado para o drive-thru. Já o delivery poderá funcionar durante 24 horas.

Ele também destacou que salões de beleza, academias e parques municipais serão fechados no período. Oficinas mecânicas seguem como serviços essenciais e o setor de construção civil também, mas os materiais devem ser entregues na obra, já que as lojas não vão abrir.

Já aos finais de semana, o toque de recolher funcionará das 20h do sábado até 5h da segunda-feira. Ou seja, só poderão funcionar atividades emergenciais (postos de saúde, hospitais e farmácias), os outros estabelecimentos, mesmo essenciais como os supermercados, devem permanecer fechados aos domingos em Ribeirão Preto. A medida vale para os dias 20 e 21 e 27 e 28 de março.