Ribeirão Preto pode participar de consórcio para compra de vacinas contra COVID-19

Lei nº 15.541, que valida protocolo de intenção para aquisição de imunizantes via consórcio da Frente Nacional de Prefeitos, foi sancionada

Servidor da Fiocruz prepara vacina de Oxford/AstraZeneca para a primeira aplicação no Brasil. © Tomaz Silva/Agência Brasil
5

O prefeito Duarte Nogueira sancionou nesta sexta-feira, 12 de março, a Lei nº 15.541, que ratifica o protocolo de intenções firmado entre municípios brasileiros com a finalidade de adquirir vacinas para combate à pandemia do coronavírus. Com isso, Ribeirão Preto fica apta a participar do consórcio proposto pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP) para aquisição de imunizantes contra a COVID-19.

De autoria do Executivo, a matéria foi apreciada e aprovada pela Câmara Municipal na quinta-feira (11). Além da compra das vacinas, a lei também autoriza a aquisição de medicamentos, insumos e equipamentos para a área da saúde via consórcio de municípios.

“Sem dúvida alguma, é mais uma importante ação da prefeitura para o combate da pandemia em nossa cidade. Vamos reunir todos os esforços necessários para vacinar a população de Ribeirão”, afirmou Nogueira.