Ribeirão Preto volta à fase emergencial do Plano São Paulo

Veja como fica o funcionamento da cidade a partir de segunda-feira, dia 22 de março

Divulgação
5

A Prefeitura de Ribeirão Preto anunciou que o município vai voltar para a fase emergencial do Plano São Paulo a partir da próxima segunda-feira, dia 22 de março. O lockdown na cidade prossegue até domingo, dia 21, sendo retomado o funcionamento das atividades essenciais, como supermercados, padarias e açougues, na segunda-feira.

As novas medidas foram anunciadas pelo prefeito Duarte Nogueira em transmissão ao vivo na tarde desta sexta-feira, 19, com agradecimento especial à população da cidade, que aderiu nos dias úteis ao lockdown, com média de 50% de isolamento.

“Com o fim do Decreto mais restritivo, que se encerra no domingo, vamos iniciar na segunda-feira a fase emergencial. Portanto, agradeço a população da cidade que está colaborando muito diante das condições que a doença nos impõe, a grande maioria apoiou, torceu e colaborou para que as medidas funcionassem, como funcionaram, conseguimos atingir os níveis que atingimos e agradecer os profissionais de saúde, que estão trabalhando muito para salvar vidas”. Disse Nogueira.

A partir de segunda-feira, volta a vigorar o Decreto nº 49 para que a cidade possa se enquadrar e obedecer a fase emergencial do Plano São Paulo, orientou o secretário de Governo, Antonio Daas Abboud.

“Voltam a funcionar todos os serviços de saúde, transporte, supermercados, das 6h às 20h, delivery, coleta de lixo, indústrias, lojas de conveniência e postos de combustíveis dentro das orientações do Decreto nº 49. As escolas só devem retomar atendimento presencial no dia 5 de abril. Também é importante frisar que a restrição de circulação, das 5h às 20h, continua, mesmo com a volta das atividades essenciais”, explicou.

O Decreto nº 49, com as regras da fase emergencial, foi publicado no Diário Oficial do Município no dia 12 de março de 2021 e está disponível no site da Prefeitura.

No contexto da criação de leitos e da pressão que o sistema de saúde sofre com a Covid-19, o secretário da Saúde, Sandro Scarpelini, disse que Ribeirão Preto atingiu, desde o início da pandemia, a criação de 266 leitos, dos 254 estão ocupados atualmente. Scarpelini explicou, ainda, que diante da situação vivida por Ribeirão Preto, recentemente foram ativados mais oito leitos, e na próxima semana, outros serão abertos.

“Oito leitos no Polo Covid que já estão ocupados, mas ainda não estão aparecendo no site leitoscovid.org, para a fazer o tratamento adequado, e nos próximos dias, o Hospital Santa Lydia, com muito sacrifício, abrirá mais quatro leitos de UTI. Estamos com taxa de ocupação muito alta e crítica, que ainda inspira muitos cuidados e por isso, precisamos manter todas as regras de distanciamento para reduzir esses números”, afirmou.

“Pedimos à população que aguente firme mais um pouco e fique em casa, assim, conseguiremos abaixar os números, ganhamos tempo com a vacinação e sem colocar em risco de pacientes ficarem sem leitos”, concluiu Scarpelini.

 

 

Veja como fica o funcionamento da cidade a partir de segunda-feira, dia 22 de março:

 

Podem funcionar:
– Hospital
– UPA
– Serviços de saúde
– Farmácias
– Transporte coletivo
– Supermercados e similares (açougue, hortifruti)
– Delivery alimentação restaurantes (50%)
– Coleta de lixo
– Indústria
– Postos de gasolina
– Lojas de conveniência
– Agências bancárias

Não podem funcionar:
– Escolas
– Cursos
– Comércio de rua e shoppings
– Salões de cabelereiro e outros equipamentos de estética
– Academias e clubes
– Praças e parques