Comunicado à imprensa – Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto

4

A Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto informa que o novo projeto “Revolução Poética – Festival de Ideias”, previsto para ser realizado de forma on-line, de 25 a 27 de março (quinta-feira a sábado), das 19 às 23h, foi adiado devido ao aumento de restrições previstas pelo decreto do Governo do Estado de São Paulo, anunciadas no dia 14 de março, com validade até o próximo dia 30. Além disso, no último dia 16, um novo decreto municipal, apresentado pela Prefeitura de Ribeirão Preto, restringiu ainda mais a circulação de pessoas na cidade (de 17 a 21 de março), instalando lockdown e novas normas.

Mediante aos novos decretos e determinações das autoridades, a Fundação do Livro e Leitura fica impossibilitada de organizar os preparativos para o evento, bem como sua equipe não terá como dar continuidade às captações presenciais de imagens e gravações necessárias para transmitir o evento de forma on-line. Diante disso, a instituição oficializa a nova data do evento entre os dias 25 a 27 de abril, com o mesmo formato on-line.

Estão confirmados para o “Revolução Poética – Festival de Ideias” nomes como Philip Fearnside, Leo Otero, ALMA, Tânia Alonso, Thais Foresto, Alexandre Ribeiro, Manuela Salau Brasil, De Lucca Circus, Coletiva Sarau DisseMinas, Ni Brisant, Alfredo Pena-Vega, Leser MC, Maria Adélia de Souza, entre outros.

Alexandre Ribeiro

Alexandre Ribeiro                                                 Ni Brisant                                     Philip Fearnside

O Projeto

“Revolução Poética – Festival de Ideias” conta com a participação de diversos artistas e intelectuais ligados à poesia e a manifestações relacionadas ao fazer poético e será transmitido, de forma on-line, do palco do Instituto SEB – A Fábrica, em Ribeirão Preto (SP). Por conta da pandemia, o projeto seguirá todas as normas e protocolos rígidos de segurança, com participação do público apenas pela internet.

O projeto tem em sua base as ideias e reflexões do antropólogo, filósofo e sociólogo francês Edgar Morin, homenageado especial da 20º edição da FIL – Feira Internacional do Livro, promovida pela Fundação do Livro e Leitura. Segundo o autor, em sua obra “A Via”, a vida estaria dividida entre o estado prosaico, em que se encaixariam o trabalho, a rotina e as atividades frias e mecânicas; e o estado poético, de grande carga emocional, em que as artes são o cerne e o fim.

O objetivo da Fundação do Livro e Leitura é valorizar a poesia como linguagem e manifestação artística como um gatilho para a formação de leitores conscientes e críticos, bem como propiciar cultura de qualidade durante a pandemia do novo Coronavírus, estimulando o público a consumir arte e cultura, dentro de casa, cumprindo a necessidade de distanciamento e isolamento sociais.

Sobre a Fundação

A Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto é uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos. Trata-se de uma evolução da antiga Fundação Feira do Livro, criada em 2004, especialmente para realizar a Feira Nacional do Livro da cidade. Hoje, é considerada a segunda maior feira a céu aberto do país. Em 2020, a Feira tornou-se internacional e entraria na 20ª edição. Por isso, recebeu recentemente nova identidade, apresentando-se como FIL (Feira Internacional do Livro de Ribeirão Preto), mas sua realização foi remarcada para agosto de 2021, devido à pandemia do novo Coronavírus.

Com uma trajetória sólida e projeção nacional e agora internacional, ao longo de seus 20 anos, a entidade ganhou experiência e, atualmente, além da Feira, realiza muitos outros projetos ligados ao universo do livro e da leitura, com calendário de atividades durante todo o ano. A Fundação se mantém com o apoio de mantenedores e patrocinadores, com recursos diretos e advindos das leis de incentivo, em especial do Pronac e do ProAc.